sábado, 13 de novembro de 2010

"O Pau do Outro"

O "pau do outro" sempre gerou um certo fascínio nos homens, independente de serem cornos, viados, homossexuais, bissexuais, ou qualquer rótulo que você prefira usar, e isso pode ser constatado em qualquer fase da vida, desde as mais primárias.

E ao dizer isso, não falo com conotação necessariamente sexual, é uma questão muito mais de virilidade e relações sociais do que propriamente "desejo sexual".


 O "pau do outro", seja no mictório de um banheiro público, seja no vestiário da academia, no comentário da mesa de bar entre amigos, é um assunto que jamais deixa o imaginário masculino em paz. O tamanho do pau parece determinar um aspecto quase hierárquico entre os homens, mas não apenas isso, a virilidade, a "potência" como simbologia de poder entre eles. Engraçado, não? Afinal, é com as mulheres que esse "poder" deveria ser mais discutido. Mas homem gosta é de ser sabido por outros homens. E, de modo claro, saber do outro também.



 Mas e o Corno?

Bem, o marido, o namorado, ou o solteiro candidato à manso, sabem muito bem a importância que o "pau do outro" sempre teve em sua vida. Uma importância quase tão grande, e em certos momentos, maior, do que a do próprio. Falo em "pau" como o ídolo fálico que todo o homem traz consigo, e é representado pela figura de seu pênis.

O manso sabe que de certo modo, sente uma adoração imensa pelo falo de outros homens, ainda que de forma não homossexual. Até por que, não sente prazer em tê-lo no seu corpo (ou sente, depende de cada um), mas sente prazer em vê-lo sentir prazer. E vê-lo a degustar, inclusive, a coisa mais preciosa que o manso tem: A Mulher que Ama.




O Tamanho do Pau:
Bem, muitas mulheres preferem paus avantajados. Outras, preferem apenas que seja viris. Eu, prefiro que seja grande, por uma simples razão: Marca sua presença na minha mulher de modo muito mais efetivo.

A Penélope nunca deu muita importância pra tamanhos de paus. Dos dois amantes que ela mais gostou, um tem o pau menor que o meu, que tem 17cm, e o outro, do mesmo tamanho (que é o atual amante).

Agora, os amantes dela que mais me marcaram, foram o que mais deixaram suas marcas nela. Um deles, que tinha um pau enorme, mais de 20cm, provavelmente, a deixava deliciosamente arrombada pra mim.

Outro, que fez alguns menages conosco, tinha uns 19 ou 20cm, eu adorava ficar olhando aquela coisa enorme entrando e saindo dela. Pena que o amigo era meio "parado", meio sem iniciativa. Mas o seu pau, eu passei a admirar e respeitar. (risos)



O Cheiro:
Faz diferença. O manso se acostuma a gostar do cheiro do outro macho, e do pau do outro macho. Seja no corpo de sua mulher, seja no lençol (que eu adoro, especialmente no meu travesseiro, que Penélope coloca de apoio quando dá pra ele), seja no banco co carro, a marca da presença de um macho alfa na sua vida, que marca a fronteira entre o que você é, e o que ele é.



A saudade que deixa:
Sua mulher gosta do pau do outro. Acho que talvez, sejamos francos, muitas vezes menos do que você mesmo gosta. Eu mesmo chego a desejar que Penélope goste mais do pau de outro do que do meu.



O Sêmen:
É, esse assunto é forte. A porra do outro macho é meio polêmica, tem gente que gosta, tem gente que não gosta. Eu sou curto e grosso: Adoro.

Gosto de ver Penélope gozada por outro macho, gosto de limpar o corpo dela todo sujo de gala de outro homem, e quase enfartei de tanto tesão chupando ela gozada por outro, já que este atual amante come ela sem camisinha.

Ela também curte, sempre gostou que o macho gozasse na boca, e costuma engolir, senão tudo, uma boa parte do leite de seus amantes. Quando eu vejo, morro de tesão, e quando ela me conta, morro te tesão e orgulho de minha mulher.

A gente costuma ficar discutindo sobre as diferenças dos gostos dos diferentes espermas, quando temos mais ou menos afinidade com um determinado homem. Resumindo, a gente adora porra.

Um sonho de Penélope, que me mata de tesão, é de ver um macho amigo íntimo nosso gozando na minha bunda, logo depois de comer ela. E não quer que ele me coma (ao menos é o que ela diz), quer é me comer ela mesma com um consolo, logo depois, lubrificado do sêmen dele.

É uma grande fantasia que ela tem, que não sei se um dia conseguiremos realizar.



O Volume do Pau do Outro:
Eu não reparo, confesso. Não costumo pensar nisso no meu dia-a-dia. Nem curto ficar analisando isso nas pessoas, mas percebo que muita gente sim. Não tenho tesão ou atração por homens. Mas é inevitável pensar no volume da calça de um homem com quem Penélope encontra. E fico pensando, será que ela está pensando nisso?



O "Pau do Outro" é a fonte de boa parte de nosso prazer. Então, fica aqui minha singela homenagem ao paus dos comedores de nossas adoráveis esposa e namoradas.


Ulisses


.

Um comentário:

  1. vdd esse lance do pau do outro com ceteza faz a diferença pra nossas esposas.
    A minha tem um fixo que ela adora o pau dele eles transam sem camisinha e o cara arrebenta com ela..e eu adoro quando ela sai cm ele..

    Comedor de esposa tem q ter pau de qualidade

    abraços a todos e parabens ou blog

    ResponderExcluir

Seu comentário pode ser fundamental para ajudar o Blog a ficar cada dia mais agradável. Você será sempre bem-vindo de volta, e suas críticas, desde que construtivas, serão sempre consideradas com atenção! Obrigado!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...