quarta-feira, 29 de setembro de 2010

Sexo Anal


Uma prática muito prazerosa, que sem dúvida nenhuma é preferência masculina. Contudo, é perfeitamente possível que seja deliciosa para as mulheres, desde que realizada da maneira certa.


O Sexo Anal não é e nem precisa ser prazer unilateral. Depois de devidamente acostumada, e especialmente praticando com os devidos cuidados, pode ser absolutamente delicioso para a mulher, provocando orgasmo muito diferentes do orgasmo vaginal, e podendo virar até um delicioso vício.
A correta e boa lubrificação com gel à base de água, de boa qualidade (KY e Prudence são os melhores), já é um bom começo. Mas não basta. Tem de haver excitação, paciência, e a hora correta. Nenhuma mulher sai na primeira vez fazendo um sexo anal à la Selma do Recife, é preciso anos de prática pra isso!
 
A paciência, a determinação, a persistência de ambos, tudo isso é muito importante. Mas sempre com muita calma. O sfincter anal é muito sensível, e cede aos poucos à dois apelos: Tesão e exercício. Dependendo do tamanho do pênis, só vai rolar um sexo anal com facilidade depois da quinta ou sexta vez. Nada impede que seja delicioso desde a primeira, mas certamente vai ficando cada vez melhor com a prática. Na sessão de dicas, que será criada, daremos algumas sugestões pra prática ficar cada vez mais gostosa.





Eu, particularmente, embora seja apaixonado, há tempos não tenho a honra de praticar com minha mulher, que de de um ano pra cá decidiu que não faria mais comigo, a não ser se quisesse muito. Então deixou como uma prática reservada somente ao Rodrigo, amante dela.

À mim cabe apenas lamber e me deliciar com o gostinho do rabinho dela depois de comido por ele, e me masturbar na bundinha gostosa dela quando ela não está afim de deixar-me penetrar.

Embora eu fique completamente enlouquecido de vontade, respeito as determinações dela, conforme a gente preconizou. Aliás, eu amo quando escuto ela me dizendo olhando-me nos olhos, quando quero ter a iniciativa de insistir: "-Não senhor. Você sabe: Você é meu. Mas eu, sou Dele."
Não consigo contestar.




O que é dele é dele, o que é dela sou eu. Portanto, ela decide o que me cabe, e eu acato deliciosamente apaixonado por minha mulher.


E com ele ela faz sexo anal desde o primeiro encontro dos dois, como se sempre tivessem feito. Ela, aliás, adora agradar ele, é quase submissa às vontades dele, e adora ser assim.


Então, cede com facilidade a qualquer coisa que ele deseje. Disse pra mim que faz anal com ele com a mesma facilidade com que faz vaginal comigo. Eu fico maravilhado de saber, e de imaginar como é. Pois quando chupo ela depois de ter dado pra ele, vejo que que está bem comida, mas nada machucada. Ele sabe o que faz.






















Sigo eu, torcendo pra um dia ela estar com muita vontade de dar o rabinho pra mim, e me presentear com isso depois de mais de um ano sem poder comê-la gostoso por trás. Agora, se ela "nunca" quiser, eu acatarei. Desde que ela realmente esteja feliz da vida dando pra ele.







É ser corno demais? Talvez. E estou só começando!

Pois simplesmente AMO cuidar de minha mulher depois que ela faz sexo anal.


Ulisses.

5 comentários:

  1. Muito boa as dicas... também acho que sexo anal nao é pra corno, é só pros outros machos!

    ResponderExcluir
  2. Seu texto é perfeito! a minha esposa nunca fez sexo anal comigo, mas foi só arrumar um macho, ele foi bulinando, bulinando!! Hoje ela não faz sexo sem que não comam a bunda dela, , até DP, ela já fez ,. coisa que anos atráz seria quase impossivel!Com um detalhe seja o tamanho que for, ela só pede para usar uma creme para não machucar e para entrar mais gostoso! Por isso sempre ela carrega na sua bolsa um frasco!

    ResponderExcluir
  3. eu de vez enquando arrumo um macho pra minha esposa,só uns 150 fuderem o rabinho dela,meninos de 18 anos a maduros de 40 anos,fizemos menage,gang bang,eu passo oleo de amendoa na minha gordinha pra além da aparencia ficar brilhante,o caralho desliza pra dentro com + facilidades,

    ResponderExcluir
  4. Cara, você não merece esse tipo de vida. Como ser humano, você tem o direito de ser livre, de achar uma mulher que sinta prazer em compartilhar o corpo inteiro dela, inclusive o rabo, e você igualmente! Se eu estivesse na mesma situação que você, leria e treinaria PUA urgentemente (pesquise no google sobre) e procuraria uma mulher que eu gostasse de verdade, e que também gostasse de mim por inteiro!

    Sucesso pra você! Eu já passei pela sensação de ser corno, e amigo, que sofrimento! Agora estou muito melhor e mais feliz!

    Abraço!

    ResponderExcluir

Seu comentário pode ser fundamental para ajudar o Blog a ficar cada dia mais agradável. Você será sempre bem-vindo de volta, e suas críticas, desde que construtivas, serão sempre consideradas com atenção! Obrigado!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...